Noruega Para Turistas

Norsk Folkemuseum: uma viagem pra Idade Média dentro de Oslo

7 de março de 2017

Eu sei que pra quem vem pra Oslo com poucos dias disponíveis pra turistar, a “ilha” dos museus, como eu gosto de chamar a região de Bygdøy, parece meio fora de mão. Mas se tem um lugar que eu recomendo pra quem quer conhecer a história da Noruega por completo, é o Norsk Folkemuseum.

Por que o Norsk Folkemuseum é tão legal? Simples, eu acho ele diferente de todos os outros museus nacionais que eu já visitei por aí. Além das clássicas salas com muita informação, ele também é um open-air museum, que conta com mais de 150 edifícios, todos relocados de pequenas vilas da Noruega e uma reconstrução da “Old Town” de Oslo. Demais, né? A parte interna é legal sim, mas quando visitei (abril de 2015), não tirei nenhuma foto pra ilustrar o post, mas conta basicamente com uma seleção de roupas e utensílios típicos antigos da Idade Média até o anos 1900.

Uma das coisas que mais chama atenção dentro da Old Town, é esta cópia de um posto de gasolina de Holmestrand, de 1982.

Estes lofts de madeira, são de mais ou menos 1300, originais da cidade de Hovin, no condado de Telemark. Você se sente transportado pra meados de 1200-1300, andando no meio das vilas, parece cenário de filme. Dá até pra imaginar como era a vida na época, como as pessoas realmente moravam nessas casas que parecem ser tão pequenininhas.

Mas o mais impressionante de todo o museu, pra mim, é o fato de terem reconstruído a igreja de madeira (Stavkirke) de Gol, datada de 1212. Graças ao interesse dos vikings em construir embarcações e casas, a tradição das esculturas em madeiras aprimorou-se e o trabalho resultou nas igrejas de madeira, as famosas Stavkirker. Existem vários tipos de igrejas de madeira, mas o elemento comum a todas é a especificidade da técnica empregada na construção de pilares (“staves”) e do esqueleto que sustenta a toda estrutura de madeira, com tábuas na parede e nas fundações. Atualmente, elas são quase exclusivamente encontradas na Noruega.

Essa é a oportunidade perfeita pra quem não vai ter tempo de visitar as outras stavkirker, que ficam em cidades pouco conhecidas do roteiro turístico comum da Noruega. A The Society for the Preservation of Norwegian Ancient Monuments, uma organização nacional que preserva as heranças culturais do país, comprou a igreja quando resolveram substituir a igreja de madeira por outra em 1880, então o Rei Oscar II pagou pela reconstrução da mesma. Apenas um terço dos materiais originais da Idade Média foi enviado para o local, e também aconteceram várias reformas que fizeram com que alguns elementos católicos que foram implementados com o passar dos anos tenham sido removidos. Eu sinceramente acredito que não dê para visitar o interior da igreja, nunca vi fotos e a igreja parece sempre “lacrada”.

Pra quem tem interesse em visitar o museu, o ingresso custa NOK 125 (adultos), sendo gratuíto pra quem possuí o Oslo Pass. A melhor opção pra chegar lá do centro de Oslo, é pegando o ônibus número 30, com destino à Bygdøy e descer na parada Folkemuseet. A parada é bem frente ao museu. Acesse o site oficial para mais informações.

Posts Relacionaods

Comentários

Deixe um comentário